domingo, 26 de março de 2017

TERCEIRIZAÇÃO: Reflexos na Saúde do Trabalhador

A aprovação do projeto de lei da terceirização provoca um verdadeiro debate e descontentamento geral em todo País, acometendo principalmente a classe trabalhadora, atordoada por uma incerteza jamais vivida, que desencadeia uma guerra de opiniões, onde, um lado fala da segurança jurídica e ganhos de eficiência e de competitividade das empresas, enquanto outro teme pela perda de direitos trabalhistas e a precarização do trabalho e outros prejuízos.

quinta-feira, 16 de março de 2017

UMA REFLEXÃO: cuidados com PLR articulada sem critérios voltados à SST


A PLR (participação de lucros e resultados) é uma conquista trabalhista e um direito dos trabalhadores, cujos frutos podem ser interessantes sobre o ponto de vista financeiro, sendo considerada uma verdadeira premiação. Entretanto, devemos estar atentos à sua aplicabilidade e conceitos incorporados a esta premiação. De que vale um acordo de PLR que promove pressões que levam o trabalhador a não faltar no trabalho para prejudicar a si próprio e aos demais colegas, obrigando-o a trabalhar doente e debilitado, para não perder os “prêmios” advindos dessa PLR?


quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Requisitos para o curso de Operador de Empilhadeira: dúvidas em relação à CNH

Existem muitas dúvidas e polêmicas em relação à obrigatoriedade da CNH e sua respectiva categoria, tanto para se fazer o curso quanto para exercer a função de operador de empilhadeira. Afinal, a CNH é ou não obrigatória?

quarta-feira, 19 de outubro de 2016


Vamos falar de ergonomia?


NR 17 - Ergonomia

No Brasil, nossa fundamentação base para trabalhos em ergonomia é a NR 17 do MTE.

Esta norma tem, na sua essência, toda uma característica de participação de diversos atores envolvidos desde o seu início, nas alterações pelas quais passou, com destaque para o tripartismo nas edições de seus anexos I (Trabalho dos Operadores de Checkout) e II (Trabalho em Teleatendimento / Telemarketing). É o documento legal base para os AFT exigirem, por exemplo, a realização da uma análise ergonômica do trabalho (AET) ou laudo ergonômico.

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

EMPRESAS TEM NOVOS PROCEDIMENTOS PARA REGISTRO DO SESMT NO MINISTÉRIO DO TRABALHO

Veja a portaria na íntegra:

domingo, 18 de setembro de 2016

O papel do profissional de SST na área metalúrgica frente à NR 12

Tenho recebido inúmeros questionamentos de colegas que atuam em empresas metalúrgicas, em relação à inexistência da obrigatoriedade do desenvolvimento do PPRPS (Programa de Prevenção de Riscos em Prensas e Similares).

Afinal, ele ainda está em vigor?